NOSSO DESAFIO NÃO PAROU, APENAS FOI ADIADO PARA O INÍCIO DE 2022

// Blog Oficial

Visando preservar a segurança dos participantes, a organização do Desafio Solar Brasil anuncia o adiamento da etapa de São Francisco do Sul 2021.

No momento em que todas as equipes e a organização do DSB estavam se preparando para finalizar os
trâmites de viagem, foi preciso reavaliar se todas as condições necessárias para o evento estavam sendo atendidas.
Entendendo que alguns itens de segurança ainda não estavam completamente solucionados, nós optamos por
abortar a decolagem para São Francisco do Sul neste mês de dezembro.

Fazer um evento do porte do Desafio Solar Brasil tem algumas particularidades e procedimentos que fogem
do usual. Buscar alojamento, alimentação, orientação para que mais de trezentos estudantes, professores e
técnicos de instituições de ensino de todo o Brasil possam conviver por uma semana trocando conhecimento,
trabalhando com os barcos, placas, baterias, motores, hélice, eletricidade e água em um local que não tem
estrutura para isso e precisa ser completamente adaptado. Além disso, ainda procuramos realizar tudo com a
máxima qualidade e com o custo mais baixo possível. Cumprir todos esses requisitos não costuma ser uma tarefa
fácil.

Para cumprir este objetivo a organização do projeto conta com recursos financeiros e apoio logístico de
empresas e entidades públicas e privadas, elas entendem a importância de apostar em um projeto que visa
estimular o aprendizado e difundir as aplicações de engenharia nas fontes renováveis de energia, que trabalha com
a politecnia, envolvendo diversos saberes para construir barcos movidos pela luz do sol. Além deste recurso
material/financeiro, nós precisamos de recursos humanos qualificados para organizar nossa pré-produção, evento
e pós-produção. São na maioria voluntários que já participaram como competidores e que agora estão dando
condições de outros receberem o conhecimento e a experiência que ganharam. Agradecemos a todos que
compõem esta sinergia que faz o nosso Desafio acontecer.

A organização do DSB faz o trabalho de integrar os recursos financeiros, apoio logístico e pessoas que têm
condições para atuar no projeto. Em algumas edições temos pouco recurso financeiro mas que é compensado pelo
apoio logístico. Assim, tendas, barcos, ambulância, transporte, estadia, vigilância, alimentação podem ser
fornecidos como apoio ou então pagamos estes itens com os recursos financeiros disponibilizados pelos
patrocinadores.

Infelizmente a um mês do evento não tínhamos expectativa de equilibrar nosso orçamento e suprir todas as
necessidades para garantir a segurança e excelência desta etapa do projeto. Assim, optamos por transferir esta
edição para uma data e local que a torne mais viável. Não abandonamos a pretensão de retornar a São Francisco
do Sul, apenas adiamos nosso encontro com aquela bucólica cidade. As parcerias firmadas ali merecem um evento
mais grandioso do que as atuais condições podiam proporcionar no momento.

Nossa pretensão é realizar o evento em fevereiro na cidade do Rio de Janeiro onde o apoio logístico é mais
amplo e os custos de transporte da infraestrutura do evento são menores. Ainda estamos ajustando o melhor local
e data dentro desta janela de possibilidades, mas nosso Desafio não pára.

Um grande abraço a todos, muito sol e energia.

Ocione Machado
Coordenador técnico do Desafio Solar Brasil

Gustavo Ayres Leal
Coordenador regional sul do Desafio Solar Brasil